sábado, 27 de fevereiro de 2016

fragmento, 2013

ah, eu tinha cabelos tão lindos quando morria
o dourado cintilava cada fibra de encanto com deus

aquele homem que colocava sete árvores
de heine à minha porta

- você é tão má para mim, dizia
quando acenava seu melhor sorriso

minha saliva diminuía quando eu morria
e me deixava o dinheiro sobre a cama

0 comentários: